Quem disse que comida na Inglaterra é ruim?

Quando viajo, uma das coisas que mais gosto de fazer é parar por algumas horas no meio do dia para almoçar, pois sempre saio muito cedo e neste horário, já estou precisando descansar os pés e comer alguma coisa. #Magalifeelings, eu sei…

Londres tem vários lugares legais para almoçar e como a-m-o comer, conheci todos que tive tempo. Vamos lá…

Minha primeira dica é o Sofra, um restaurante de comida turca que tem quatro filiais na cidade. Os pratos são super diferentes, com combinações inusitadas de ingredientes e muitas especiarias, bem diferente de tudo o que já tinha provado. Eles têm um menu de almoço que custa 8,95 libras por pessoa e um outro menu, chamado chef’s special que custa 12,95 e vem com doze pequenas porções dos pratos mais tradicionais da casa. Nós pedimos este último e adoramos cada um dos mini-pratinhos que vieram à mesa. O falafel, a salada de nozes e o folheado de espinafre são sensacionais!

Os vários pratinhos servidos

As carnes, que vêm numa panela de ferro

O segundo lugar que almoçamos muito bem foi o Patara, que foi recomendado para mim pela mesma amiga que me deu a dica do Sofra (muito obrigada Cami!) e é um restaurante de comida tailandesa muito especial. Também são quatro restaurantes na cidade, mas fomos no que fica em Knightsbridge, na Beauchamp Place (perto dos museus de História Natural e V & A e da Harrod’s) e além do ambiente super bonito e agradável e do serviço extremamente delicado, a comida nos surpreendeu, pela apresentação e pelo sabor.  Eles têm combos de entrada e prato principal por 12 ou 15 libras, incluindo camarões, pato, carneiro e muitas outras opções deliciosas (é até difícil de saber  que pedir). Os pratos são bem condimentados, com misturas bem diferentes de especiarias e curries, criando um sabor único.

O meu prato tinha vieiras enormes e camarões grelhados, além de vários pequenos aperitivos, todos maravilhosos!

O restaurante tem filiais em Cingapura, Taipei, Genebra e Bangkok.

Outro lugar gostoso e mais rápido para almoçar é o Ping Pong Dim Sum, um restaurante especializado no tradicional prato chinês que dá nome à casa. São diversas filiais pela cidade e ali a ideia é pedir vários pratos e dividir entre todos à mesa, mas há também aluns tipos de menu prontos, que são cobrados por pessoa. Escolhemos o ‘ping pong collection’, que vem com dez peças diferentes e é suficiente para um almoço, custando 9,95 libras para cada um. Para tomar, além de vários drinques, muitas opções de sucos e iced teas deliciosos.

O menu vem mais ou menos assim, com um dim sum de cada sabor.

O restaurante tem uma filial em São Paulo, mas duvido muito que haja algum menu por 9,95 dinheiros por lá…

O chef-celebridade Jamie Oliver também tem vários restaurantes em Londres e embora ele não esteja lá para cozinhar para você, ao menos os cardápios têm o DNA dele, com comidas em estilo caseiro, de receitas tradicionais e com muitos ingredientes frescos. Ele tem o Jamie’s Italian, italiano com locações em várias cidades do país, o Barbecoa, dedicado a carnes, em sociedade com um chef american e o Fifteen, que tem um projeto social muito bacana: a cada ano, seleciona alguns jovens carentes de 18 a 24 anos para treiná-los na cozinha, encaminhando-os depois ao mercado de trabalho com uma nova profissão. Não sei dizer a respeito de menus de almoço, mas os preços de todos eles são razoáveis.

Para um almoço gostoso e rápido, uma opção boa é o Busaba Eathai, também com váras casas pela cidade e que serve comida tailandesa, mas num esquema mais fast food que o Patara. Comida boa e  ambiente descontraído, com mesas coletivas. Tem preço bom e fica aberto o dia todo.

Não dá para esquecer do Food Hall da Harrod’s. Fica muito, mas muito cheio na hora do almoço, mas tem dezenas (ou talvez centenas) de opções de comidas para todos os gostos e bolsos. São diversos corners, que vendem de comida japonesa a chocolate, de embutidos a frutas exóticas, de crustáceos a sanduíches´, de pães a comidas prontas. Em alguns deles dá para comer no local, em outros, tem que comprar para levar. Mas o Hyde Park está ali pertinho e um piquenique num dos (raros) dias de sol de Londres é sempre uma boa ideia!

Um dos guichês de doces, que tem um folheado de creme maravilhoso!

Ah, e tem sempre os pubs, como o famoso The Cat & Mutton, que servem almoço praticamente durante todo o dia.

Uma dica para quem gosta de economizar: no site www.vouchercodes.co.uk, várias redes de restaurantes da cidade disponibilizam vouchers de desconto, fazendo com que comer em lugares gostosos como o italiano Carluccio’s ou o indiano Massala Zone fique mais em conta. Vale a pena olhar antes de ir!

Anúncios

One thought on “Quem disse que comida na Inglaterra é ruim?

  1. A-mo Londres! Amay o post, amiga… diquinhas show, porque ninguém vê a cidade como referência em gastronomia… bjs

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s