Vinte anos de Louboutin

Está para nascer a mulher que não ame sapatos. Principalmente se eles tiverem a sola vermelha e a assinatura de Christian Louboutin, sapateiro francês que cria peças únicas, pelas quais muita mulher largaria a família.

Vendidos a preço de ouro em diversos países (inclusive no Brasil, onde custam mais do que o dobro do que na Europa e, mesmo assim, há absurdas filas de espera pelos modelos mais disputados), as criações de Louboutin podem ser vistas hoje nos pés de celebridades, atrizes, modelos e jet-setters em todo o mundo.

Para comemorar os 20 anos de sucesso do estilista, o Design Museum de Londres preparou uma retrospectiva incrível com as peças mais icônicas de Louboutin. A mostra, que estreará em março de 2012, deve trazer além dos sapatos e acessórios, alguns croquis, inapirações e detalhes do seu processo de produção. Imperdível para as fãs das belas solas vermelhas!

* No Brasil, os sapatos de Louboutin podem ser encontratos no Shopping Iguatemi, em São Paulo ou em Brasília. Na França natal do estilista, a loja principal fica na 68 rue du Faubourg Saint Honoré, perto do Palais de l’ Elysèe, em Paris. Não estranhe se passar em frente e encontrar uma fila de mulheres em frente à porta fechada da loja: para manter a qualidade de atendimento, eles só recebem poucas clientes por vez, então a fila é diária e constante, proporcional ao sucesso dos sapatos do mestre.

Joias de Elizabeth Taylor vão a leilão

Outra mostra que está dando o que falar é das joias de Elizabeth Taylor, que irão a leilão em breve, pela conceituada casa Christie’s.

A coleção da recém-falecida atriz, que continha algumas das mais belas e imponentes peças do mundo, como um diamante de incríveis 69 quilates, dado de presente pelo seu então marido Richard Burton, está avaliada em mais de US$ 150 milhões e, dada a comoção pública que causou o anúncio da venda, será exibida em oito cidades antes de ser efetivamente leiloada, para que o público possa ver de perto algumas das mais famosas joias da história. A Christie’s acaba de divulgar as cidades e datas das exposições:

  • Moscou
    GUM, Red Square 3
    15 September 11am-6pm
    16 September 11am-6pm
  • Londres *
    Christie’s, 8 King Street, St. James’s
    24 September  9:30am-5:30pm
    25 September  9:30am-5:30pm
    26 September  9:30am-12:30pm
  • Los Angeles * 
    MOCA Pacific Design Center, 8687 Melrose Avenue, West Hollywood
    13 October  12pm-5pm
    14 October  12pm-7:30pm
    15 October  10am-7:30pm
    16 October  10am-4:30pm
  • Dubai
    Jumeirah Emirates Towers, Sheikh Zayed Road
    23 October  2pm-10pm
  • Genebra
    Four Seasons Hotel, 33 quai des Bergues
    11 November  10am-5pm
    12 November 10am-5pm
  • Paris
    Christie’s, 9 avenue Matignon
    16 November  2pm-10pm
    17 November  9am-2pm
  • Hong Kong
    Hong Kong Convention and Exhibition Center, Wanchai
    24-27 November
    Viewing times to be announced
  • Nova York *
    Christie’s, 20 Rockefeller Plaza
    3-12 December
    Viewing times to be announced
  • De 13 a 16 de dezembro, acontecerá o leilão, na Christie’s do Rockfeller Plaza

– Nos locais em que há um asterisco ao lado, haverá custo para a entrada.

Vale lembrar que além de ter sido uma das mais belas e prestigiadas atrizes de Hollywood, causando comoção pelos papeis que interpretou e pelos escândalos que se envolveu (entre eles, oito casamentos desfeitos), Liz Taylor abraçou diversas causas humanitárias durante sua vida, principalmente ligadas à AIDS, tendo criado em 1991 a The Elizabeth Taylor AIDS Foundation, que dá assistência a portadores do vírus em vários lugares do mundo. Como última vontade, Liz deixou em seu testemento o desejo de que suas joias fossem levadas a leilão após seu falecimento e que a renda fosse integramente revertida à entidade. A casa de leilões também doará parte do lucro com entradas, eventos e catálogos à fundação.

Exímia conhecedora de pedras preciosas, Liz era capaz de identificar a procedência de um diamante e avaliar até mesmo sua qualidade, tendo sido proprietária de algumas das mais icônicas peças já produzidas pelas mais importantes joalherias do mundo.

Está sobrando um dinheirinho? Veja algumas peças e o valor inicial do lance:

Diamante ganho de presente de Ricahrd Burton em 1968, como 33,19 quilates: entre 2,5 e 3,5 milhões de dólares

Tiara produzida em cerca de 1880, presente de Mike Todd em 1957. Entre 60 e 80 mil dólares

Conjunto de esmeraldas Bulgari, presente de Ricahrd Burton de 1962 a 1967. O colar vai de 1 a 1,5 milhão de dólares e o pingente, de 500 a 700 mil dólares. A puseira, de 300 a 500 mil dólares e os brincos, de 150 a 200 mil dólares

Este colar foi desenhado pela própria Liz com o designer Al Durante, tendo como base a pérola La Peregrina, uma pérola do século 16 que é considerada ainda hoje uma das maiores e mais perfeitas do mundo e que foi presente de Richard Bruton, é claro, que a comprou na Cartier. Valor: de 2 a 3 milhões de dólares.

E o diamante de 69 quilates? Girls, hold you breath…

Link para maiores informações: Leilão Elizabeth Taylor na Christie’s

Marc Jacobs no Triennale de Milão

Acaba de ser inaugurada em Milão a mostra ‘Louis Vuitton: The Art of Fashion’, em homenagem a Marc Jacobs, diretor artístico da maison francesa.

Com curadoria de Katie Grand, que trabalhou com Jacobs desde 2003, a mostra trazuma oportunidade única de conhecer um pouco mais do trabalho do designer, que revolucionou a tradicional casa parisiense, levando-a a um novo patamar no universo da moda. A curadora analisou mais de 70 coleções da marca (do outono-inverno 98/99 até outono/inverno 11/12) , selecionando 30 looks com as mais significativas peças criadas pelo americano para a Vuitton durante todo este período, incluindo roupas, bolsas, sapatos e acessórios. O destaque da exposição (além das peças incríveis, claro) são as cabeças dos manequins, que foram substituídas pela icônica bolsa Speedy.

A retrospectiva, aberta no mesmo dia da nova boutique da marca em Milão, reforçou os rumores de que Marc Jacobs estaria se despedindo da maison francesa para assumir o lugar que era de John Galliano na Dior. Será???

A mostra acontece no Triennale, em Milão, até 9 de outubro e fica aberta de terça a domingo, das 10:30 às 20:30, ficando até às 23 às quintas e sextas.